IMG-20171114-WA0039

A nomeação do padre Vitor Agnelo Menezes para bispo da diocese de Propriá/SE, pelo Papa Francisco, foi alvo de homenagens pela Câmara Municipal de Jequié, via Moção de Aplausos, de autoria do vereador José Augusto Aguiar – Gutinha.

Em sua justificativa, o vereador lembra que mais um padre da Diocese de Jequié é nomeado a bispo pelo papa Francisco. Cita que o hoje Monsenhor Vitor Menezes nasceu no dia 15 de junho de 1968 na cidade de Curuçá- BA, formado em Filosofia pela Institutum Sapientiae em Anápolis – GO e em Teologia pela Universidade Católica de Salvador–BA. Também tem especialização em Espiritualidade Sacerdotal e Missionária.

Sua ordenação sacerdotal ocorreu em 18 de abril de 1998, na Diocese de Jequié. Entre as funções que exerceu estão a de pároco da Paróquia Nossa Senhora Aparecida em Jequié, reitor do Seminário Maior Diocesano, diretor Nacional da Pontifícia Obra da Propagação da Fé de 2006 a 2010, pároco da Paróquia Catedral de Santo Antônio, em Jequié de 2011 à 2016 e por último, exerce a função de pároco da Paróquia Nossa Senhora das Graças, em Maracás-BA, função que exerce desde agosto de 2016.

Sua trajetória como sacerdote no campo da pastoral e da formação do Clero nos faz lembrar que se trata da ação da providência em vista do que a igreja iria lhe confiar, destaca Gutinha ao desejar que seu pastoreio seja fecundo e que Deus continue iluminando-o, protegendo-o neste novo ciclo que se inicia e que a sabedoria divina permaneça sempre a seu lado.